Orientação Comunitária

Torna-se cada vez mais evidente que, numa sociedade aberta a espaços político-econômicos crescentes e a inovações tecnológicas de profundo impacto, os sistemas formais de ensino, de forma isolada, não podem dar resposta, com a multiplicidade e flexibilidade necessárias, às solicitações dos mais diversos grupos. Por essa razão, multiplicam-se processos e estruturas de educação e intervenção nas comunidades.
A proposta de criação deste curso pretende responder, de uma maneira sustentável, aos problemas que grupos populacionais, em particular os mais desfavorecidos, vivenciam na sua vida cotidiana, através do desenvolvimento de ações para melhoria das suas condições de vida.
O processo de globalização tem nos revelado inúmeros desequilíbrios e desigualdades de desenvolvimento entre as nações. As preocupações apenas com aspectos econômicos e tecnicistas está deixando à mostra problemas sociais sérios que necessitam ser abordados com urgência, tais como: a preservação do meio ambiente, a mudança nos processos de produção, a educação para o consumo, a fome, a mortalidade infantil, a preservação da saúde humana, a habitação, a simplicidade voluntária e os valores éticos e morais. Problemas como estes podem ser identificados tanto nos países desenvolvidos como nos países em desenvolvimento com maior ou menor grau de intensidade.
A educação comunitária tem como meta desenvolver ações para que a educação seja a principal força motriz da sociedade, dinamizando o desenvolvimento das pessoas através de sua participação em ações sociais inseridas em uma vivência integrada entre escola e comunidade.

Plano de Curso – Orientação Comunitaria – 248_CS_1 sem 2018